‘Um pouco acima da miséria’, de Amadeu Baptista

Amadeu Baptista vence XXIX Prémio de Poesia Cidade de Ourense

Conheço desde há muito o Amadeu Baptista. É, com certeza, um dos melhores poetas vivos de Portugal, afirmação que digo com toda a contundência. Melhor sem dúvida que uma miríade de nomes pertencentes à esfera universitária, tão dada à divulgação de obras pelas palestras académicas, os meios e os congressos oficiais. Amadeu Baptista […]

Poemas que nacen nun ventrículo atormentado

A lectura dun novo libro de Amadeu Baptista sempre supón enfrontar unha experiencia que non me deixará impasíbel. Por iso cando comecei a ler O ano da morte de Xosé Saramago (2010) e os niveis da máquina estético-intelectual subían até máximos raramente atinxidos na lectura, nada me resultou estraño.

Posúe este […]

O blogue do poeta Amadeu Baptista

O noso amigo e luminoso poeta Amadeu Baptista decidiu finalmente abrir a súa páxina persoal. Un novo espazo para petiscar algunha da mellor mao para a poesía de Portugal.

(fragmento) E é então que a saudade se expande como palavra portuguesa e eu volto à infância, enquanto tu, Dempster das Irlandas que não […]

Os selos da Lituânia, de Amadeu Baptista

escrever pode ser, naturalmente, ter três anos, estar na praia num dia muito quente e sentir que alguém nos apanha pela cintura e mergulha nas ondas violentas de um mar revolto, ven num relance a multidão em volta, toucas amarelas, biquínis coloridos e o homem da bolacha americana, de boné enfeitado com uma âncora, a […]